Shakshuka de cenoura

Olá meus amores 😊

Peço imensa desculpa por ter estado ausente do blog durante tanto tempo, mas às vezes é difícil gerir tudo e ainda ter tempo para vos escrever!

Mas pronto, tenho a certeza que a receita que vos trago hoje vai compensar esta ausência 😁


🍳

Vamos então ao primeiro ponto: o que é isto de shakshuka?

Bom, a shakshuka é um prato típico do Médio Oriente, muitas vezes considerado o prato nacional da Argélia.

Não, eu nunca fui à Argélia, mas experimentei esta maravilha em Berlim, no Café Mugrabi, e rapidamente se tornou um dos meus pratos favoritos.

 

_IMG_1036

 

Basicamente, consiste em ovos escalfados servidos numa cama de molho tunisino de tomate, cebola e chilli.

É muito ao estilo confort food por causa do molho aconchegante, mas acaba por ser uma refeição levezinha.

Quando eu comi pela primeira vez, a shakshuka vinha acompanhada por pão lêvedo e tahini, mas a minha versão é um pouquinho diferente!

Além disso, como nutri que se preze tem que incluir legumes na sua refeição, eu dei aqui um twist saudável à receita e juntei cenoura espiralizada.

Nem vos digo como ficou….. 😋

 

_DSC_0198 (2)

 

Shakshuka de cenoura
Para 1 pessoa | Vegetariano | Sem glúten

Ingredientes

  • 1 cebola pequena;
  • 1 dente de alho;
  • 1 tomate coração-de-boi bem maduro;
  • 1 folha de louro;
  • 1 cenoura biológica (a minha era caseira);
  • 2 ovos (de preferência biológicos ou caseiros);
  • 2 colheres de chá de azeite;
  • 2 folhas de manjericão;
  • Sal, flor de sal, pimenta-preta e pimentão-doce q.b.

 

Procedimento

  1. Comece por cortar a cebola em rodelas finas. Pincele uma frigideira antiaderente pequena com o azeite e aqueça em lume baixo. Junte a cebola e deixe amolecer, sem tostar ou queimar;
  2. Esmague o dente de alho e junte à cebola. Deixe refogar para apurar bem o sabor;
  3. Corte então o tomate em pedaços pequenos e junte ao preparado anterior. Aumente um pouco o lume e deixe ferver;
  4. Tempere com sal grosso, pimenta-preta, pimentão-doce e louro, e deixe cozinhar até evaporar parte da água;
  5. Prove e retifique os temperos, se necessário (não deve estar ácido);
  6. Baixe novamente o lume e deixe cozinhar mais um pouco enquanto espiraliza a cenoura (podem comprar o espiralizador aqui);
  7. Junte-a então ao preparado de tomate e cozinhe apenas o suficiente para amolecer um pouco (cenoura completamente cozida perde a piada);
  8. É tempo de juntar os ovos! Abra dois pequenos buracos entre a cenoura e, com uma faca, dê uma pequena pancada na casca do ovo. Abra-o então nos buracos, salpique com flor de sal e pimenta-preta, e tape a frigideira (também poderia abrir o ovo na borda da frigideira, mas a clara ia começar a escorrer e não ficava tão bonito!);
  9. Vá vigiando os ovos para a clara cozinhar sem a gema passar o ponto (ao abanar a frigideira, a gema deve tremer);
  10. Sirva então com folhas de manjericão fresco e, caso pretenda, uma fatia de pão de centeio.

 

Et voilá 👌

 

_DSC_0194 (2)

_DSC_0199 (2)

 

Espero que experimentem e que adorem tanto como eu 🌺

Laranja-lima

 

P.S.: se publicarem a vossa versão, identifiquem @laranja.lima.nutricao no Instagram, ou Laranja-lima – Nutricionista Ana Isabel Monteiro no Facebook para eu ver 😉

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s